quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Pitty

Pitty nasceu no emblemático 1977. Passou pela banda Shes (1998) e a hardcore Inkoma (98-2000), antes de despontar em trabalho solo com o lançamento do "Admirável Chip Novo", de 2003. Junto com o "Anacrônico", de 2005, os discos venderam 350 mil  cópias, renderam 9 VMBs, cinco Prêmios Multishow de Música Brasileira e apresentações que correram de Portugal ao Japão.

O passo inicial veio de um convite do músico e produtor Rafael Ramos, que já tinha lançado o disco "Influir", do Inkoma, em 2000, e respondia pela gravadora DeckDisc. Com o material acumulado, Pitty desenhou "Admirável Chip Novo" e logo no primeiro ano concorreu ao prêmio de "Revelação" do VMB. O clipe da música que batiza o disco fechou o ano como o mais pedido da MTV.

Já no ano seguinte, levou pra casa os dois prêmios principais do VMB (concorreu em cinco categorias): "Escolha da Audiência" e "Clipe de Rock", além de ter levado também "Revelação" no prêmio Multishow.

Seus primeiros movimentos foram registrados no DVD documental "Admirável Vídeo Novo" (2004), dirigido por Ricardo Spencer.

Com o lançamento de "Anacrônico", Pitty coroou o ano com mais três VMBs - "Ìdolo", "Vocalista da Banda dos Sonhos" e "Performance Ao Vivo" - e o convite para tocar no "Rock in Rio Lisboa", abrindo para Roger Walters e Red Hot Chilli Peppers.

Já 2006 foi o ano de mais quatro estatuetas do VMB na estante: "Melho Clip de Rock", "Melhor Site", "Vocalista da Banda dos Sonhos" e "Escolha da Audiência", que lhe conduziram a uma turnê pelo Japão e ao segundo DVD da carreira, o "{Des}Concerto ao Vivo" (também lançado em CD, o primeiro ao vivo). Gravado em um tiro só, o DVD é o registro do show no Citybank Hall, no dia 6 de julho, em São Paulo. O lançamento rendeu mais dois prêmios no VMB 2007: "Clipe do Ano", com "Na Sua Estante" e "Vocalista da Banda dos Sonhos", pela terceira vez consecutiva.


Em 2009, os fãs puderam acompanhar o que estava acontecendo nas gravações do disco através do blog "256 Tons de Cinza", onde Pitty postava trechos de músicas, fatos e relatos. O CD "Chiaroscuro" foi lançado em agosto junto com o clipe de "Me Adora" (Ricardo Spencer), música que concorreu na categoria "Hit do Ano" do VMB. Pitty concorreu ainda a "Artista do Ano", "Vocalista" e "Rock", enquanto Martin e Duda, integrantes de sua banda, ganharam nas categorias "Guitarrista" e "Baterista", respectivamente.


Em setembro, logo após o lançamento do disco, a banda partiu em turnê pelo Brasil, aquecendo o público para o lançamento do DVD "Chiaroscope" (Ricardo Spencer), que viria em novembro com imagens captadas durante a gravação do disco. O DVD ficou semanas no ranking de DVD musical mais vendido.


Mais uma rockeira nacional: Pitty. E apesar do enorme sucesso, ainda existe uma discussão sobre considerá-la ou não a Terceira Rainha do Rock Nacional. Concordo com essa dúvida, não pelo fato de achá-la pouco digna para o cargo, mas por ainda ser imatura perto das outras duas rainhas (Cássia Eller e Rita Lee). Acredito muito na capacidade dela e gosto de várias músicas, mas ainda falta experiência para o posto.


O CD que vou postar hoje é o "{Des}Concerto" e após passar dois dias ouvindo-o, sou obrigado a admitir sua qualidade. Gostei muito das guitarras bem pesadas, da velocidade, do clima e principalmente da voz. Admito também que só comecei a dar o devido valor para Pitty como cantora após ver sua apresentação no DVD "Baú do Raul", quando ela cantou "Egoísta". Lembro de ter ficado de queixo caído e desde então ouço algumas músicas.


Como disse, o CD é muito bom. Fico me imaginando num show dela, deve ser muito animado MESMO (fiquei até com vontade de ir). Vale a pena para conhecer esse lado do Rock Nacional atual e de qualidade.


Photobucket



Título: {Des}Concerto - Ao Vivo

Artista: Pitty
Ano: 2007
Mais Informações













Fonte da biografia: Site oficial da Pitty

Um comentário:

protótipo imperfeito disse...

a melhor, pra mim /fato. Sem mais.

Related Posts with Thumbnails