quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Pulo dos Golfinhos #Fail

Esse vídeo, pra mim, é uma das provas mais concretas de que se existe um Deus observando tudo por aí, ele realmente gosta de se divertir às nossas custas.


Ele se diverte tanto sacaneando a humanidade que de vez em quando resolve dar uma zapeada pelo mundo animal. O resultado você assiste no vídeo abaixo:


Two Dolphins Collide Mid-Air - Watch more Funny Videos

Só pra constar, deixo uma sábia frase de encerramento:


"Você sabia que golfinhos são tubarões gays? Eles são."
Brittany S. Pierce - Glee

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Top 10 - Famosos Passados do Ponto

Querendo ou não, uma hora ou outra algumas celebridades começam a passar do ponto e nesse momento, é necessário parar. O grande problema é que no mundo das estrelas, o ego sempre falará mais alto, impedindo os famosos de observarem certas coisas.

Nesse primeiro Top 10 do Ideias Abaurônicas, veremos alguns famosos que atingiram seu ponto de compensação fótico, ou seja, se eles tentaram receber mais luz, a tendência é uma queda na produção (uau).

Pra início de conversa esses Realities Shows só servem pra tornar as pessoas em "Famosos" Passados do Ponto (vulgo efeito BBB). Agora no caso de programas como "A Fazenda" e "Casa dos Artistas" a único objetivo ganhar publicidade porque sua carreira está indo por água a baixo. Aí você me fala "Mas na fazenda tem vários artistas que acabaram de sair de alguma novela da Record.". Filho, olha pro Titio Abaura e ouça verdade: Novela na Record agora é sinônimo de fama? Faz-me rir.

Mariah Carey deveria ganhar um prêmio por ser a maior "Diva Wannabe" do planeta. Eu não quero desmerecer ninguém, mas se não fosse pela capacidade incrível alcançar notas, eu nem saberia da existência dela. Ela é gostosa? É, mas se compararmos com outros exemplos recentes como Shakira, Katy Perry e principalmente Beyoncé, temos Mariah Carey como mais uma na multidão. Agora ela vem pro Brasil pra se apresentar no RODEIO? Desculpa aí, mas a fama está fugindo aos poucos e deixando só o volume nos bolsos. E no caso da Mariah Carey o volume nos peitos, na bunda, nos pneuzinhos... Está na hora de parar ou fazer um regime.

Alguém me explica o que essa mulher faz da vida? Porque eu vi um filme com ela e foi uma bosta. Depois ouvi uma música dela e também foi uma bosta. Então tá, você tem grana, mas quem nesse Top 10 não tem? A questão é que Paris Hilton é a típica artista tão ruim e tão passada que não sabe o que faz. E recentemente ela me aparece num reality show para encontra um novo "Melhor Amigo Britânico" #WTF ? Digo uma coisa: Reality Show é apenas um prelúdio para a própria decadência.


Admito que foi um pouco de maldade colocar ela aqui, porque eu não sei se vocês estão sabendo, mas Vera Fischer andou meio desaparecida. Há um tempo atrás ela estava quase implorando um trabalho na TV ou no teatro. Ou seja, Vera Fischer passou do ponto, todo mundo já está sabendo, mas ela insiste em não admitir. Sintomas muito comuns. Tem que aceitar né, colega?

Ah, como é bom acordar todos os dias e saber que se precisar de um bom programa de TV, Ana Maria Braga estará lá pra te apoiar (#Not). Sabe aquele casamento de trocentos anos que os cônjuges já se tornaram irmãos e não rola mais sexo? A relação da Ana Maria Braga com todo mundo é mais ou menos assim, no início foi legal, ela entrava em baixo da mesa e apertava os bichinhos na geladeira... mas já deu, né? Todo mundo já está cansado de ver as mesmas coisas no seu programa que é igualzinho ao de 10 anos atrás.

Desde a boa época de MTV, Marcos Mion me irritava. Provavelmente era o leque de gírias do Brasil inteiro que ele fazia questão de exibir. O lance é o seguinte: Ele mudou de emissora e fez um programa que é uma bosta e que inclusive já sofreu corte de duração e como se não bastasse, ele levou pra cova uma galera muito boa. Então vamos analisar: Marcos Mion nuca foi lá aquelas coisas, mudou de emissora, está fracassando mas continua fingindo que está tudo bem... olha só sintomas de quem já passou do ponto.

Eu nem vou gastar muito tempo nessa aqui. Os vídeos no Youtube e o Show em Manaus com um palquinho bem enfadonho falam por si mesmos. Vanusa já foi destaque, hoje em dia ela só serve pra virar TT no twitter quando canta alguma coisa errada (ou deixa de cantar).

E agora o esperado Top 3 dos Famosos Passados do ponto, esses são mestres na arte da dissimulação e sempre acham que estão causando. É o lance de mentir pra si mesmo e acabar acreditando.

E o terceiro lugar vai para Theo Becker, que além de ter se destacado no super sucesso que foi "A Fazenda" nos mostrou todos os parentescos entre as partes do seu corpo e como isso pode ser usado como argumento em uma discussão. Admito que assisto os vídeos das brigas dele e sempre me divirto com a falta de conteúdo desse cara. É muita crença de que o mundo gira em torno próprio umbigo pra uma pessoa só. Na verdade, só queria deixar bem claro que coloquei ele no Top 10 por dó, ele deveria ser colocado numa lista de Artistas que NEM Chegaram no Ponto. Ah, e outra coisa: alguém aí viu a participação dele na novela "Os Mutantes", ele era o "Homem-Cobra". Merecia um Oscar....

Ok, gente, eu ouvia quando eu era pequeno. Tenho até os CDs, mas isso foi há 20 anos atrás. Ela é outra que não sabe exatamente o que faz, se é cantora, atriz de filmes maravilhoso com algum ator da Globo que está bombando, se faz filme pornô ou se participa de algum culto satânico. Sinto que ela caminha para o mesmo lado que Ana Maria Braga, ou seja, próximas gerações, pelos próximos 30 anos ainda teremos que aguentar Xuxa durante todas as nossas manhãs, fazendo a mesma babaquice de sempre.

E o primeiro lugar, o Famoso MAIS PASSADO DE TODOS, goes to...

Isso mesmo, meninos e meninas, Axl Rose. Vocalista do Guns n' Roses e antigo Sex Symbol do Rock 'n' Roll, que já teve as pernas desejadas por muitas pessoas ao redor de todo mundo, hoje em dia só tem uma bela de uma barriga de chopp para oferecer. E dreads horríveis também (adoro dreads, mas não os dele). Agora vamos analisar todo o contexto que trouxe Axl Rose para a primeira posição. Pra começar ele atrasou o lançamento de um CD por volta de 10 anos e quando ele chegou, foi uma bosta; ele dá chiliques durante os shows como já vimos em uma notícia aqui no blog, porque ainda acredita ser a Estrela do Hard Rock. Acorda, Axl, os tempos mudaram e você foi deixado pra trás. Sua voz está péssima, sua imagem está péssima e suas atitudes estão péssimas. Aceite sua derrota pro Slash que está bem melhor que você e let's move on... a vida continua, é melhor do que continuar nessa humilhação de Famosos Passado do Ponto que você está enfrentando ;D.

Bom, pessoal, esse foi o primeiro Top 10 do Ideias Abaurônicas, espero que tenham gostado. Deixem comentários falando de quem vocês gostariam que tivesse aparecido e como seria o melhor Top 10 Famosos Passados do Ponto pra você.

Filme: O Sorriso de Mona Lisa

Semana passada eu estava zapeando pelos canais quando vi que "O Sorriso de Mona Lisa" tinha acabado de começar. Resolvi assistir porque já havia ouvido várias críticas positivas sobre esse filme e me disseram até ser uma "versão feminina" de "Sociedade dos Poetas Mortos". Resolvi conferir por mim mesmo.

No geral eu gostei, mas havia criado uma expectativa muito grande que não foi satisfeita.

Ficha Tecnica

Photobucket
Título Original: Mona Lisa Smile
Lançamento: 2003
Direção: Mike Newell
Atores: Donna Mitchell, Marcia Gay Harden, John Slattery, Marian Seldes, Juliet Stevenson, Leslie Lyles, Terence Rigby, Ginnifer Goodwin, Maggie Gyllenhall, Julia Stiles, Kirsten Dunst, Julia Robert, Dominic West
Duração: 117 min.
Gênero: Drama

Sinopse: Katharine Watson (Julia Roberts) é uma recém-graduada professora que consegue emprego no conceituado colégio Wellesley, para lecionar aulas de História da Arte. Incomodada com o conservadorismo da sociedade e do próprio colégio em que trabalha, Katharine decide lutar contra estas normas e acaba inspirando suas alunas a enfrentarem os desafios da vida.

Como disse antes de começar a Ficha Técnica, gostei muito do filme. Toda a temática de professor querendo mudar o rumo das coisas sempre chama minha atenção e me emociona. O problema é que no meio do filme quando o ápice da história é atingido, o foco muda completamente e o filme vira praticamente um romance.

Aí você diz: mas o romance ajuda na construção das personagens e muda o rumo da história. Ok, está certo, mas foi gasto tempo demais nisso. Gostaria de ter visto mais conflitos entre as alunas, entre a professora e a direção do colégio e o drama de cada uma ao perceber que seu destino não está traçado.

O que salvou mesmo foi o final. Há reviravoltas emocionantes e as coisas seguem um rumo totalmente diferente do esperado. Vale a pena assistir, pois é uma verdadeira lição de vida.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Casal preso fazendo... aquilo...

Acho que eu gostei de postar notícias sobre galera sendo presa... sei lá... me faz sentir fazendo algo importante (ou não).

Se ontem o problema foi o sadismo, hoje foi a falta de pudor (o que uma coisa tem a ver com a outra... não me pergunte). O casal americano George Pomfret e Brenda Prothero, 49 e 48 anos respectivamente, foi preso no estado da Flórida (EUA) após ser flagrado fazendo sexo próximo a uma loja de conveniência.


Ao serem presos, o homem estava nu e a mulher semi nua, que pelas fotos só me leva a concluir que eles na verdade foram presos por desacato a sanidade alheia e ataque ao bem estar das retinas de possíveis observadores. A polícia os encontrou no ato em baixo de uma árvore e de acordo com a gerente da loja, Ramona Donato, os dois já estavam se comendo por mais de uma hora.

Agora que você terminou de ler isso e com certeza percebeu que nada foi acrescentado no seu ser, basta celebrar a demonstração em público do amor entre pessoas feias. #SueSylvesterFeelings.

fonte: G1

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Um super "P.S."

Quero me desculpar para os leitores que sempre estão por aqui e para os novos visitantes também, em função da falta de posts periódicos. Andei um pouco ocupado e as coisas meio que estão uma loucura xD.

Mas olha só: essa semana vou botar as coisas no eixo mais uma vez e semana que vem teremos mais uma semana temática, dessa vez falando sobre o assunto mais legal de todos, "Eu". Isso porque o tema "Meus Favoritos" venceu a enquete com 44% dos votos. Então vou preparar o banner e os assuntos a serem tratados e uma promoção que eu espero ter retorno.

Por enquanto é só, não esqueçam de conferir os posts de hoje:

Álbum da Semana: Scorpions - Moment of Glory

Se tem uma coisa que eu curto é ver uma grande banda se juntar com uma orquestra. Por esse motivo, o álbum "Moment of Glory" não poderia me desapontar.

Photobucket
Todo o poder de uma banda com o calibre dos Scorpions combinado com violinos e instrumentos de sopro foi esmagador. É de arrepiar ouvir "Rock You Like a Hurricane" e "Winds of Change" com toda aquela temática mais lírica.

Uma coisa que eu achei muito legal é todo esse impacto de "Banda de rock encontra orquestra" já é passado ao público pela capa: um dinossauro usando jóias. Não sei se a intenção foi essa, mas não poderia haver melhor imagem para ilustrar agressividade e sofisticação ao mesmo tempo.

Quanto ao conteúdo, como eu já disse, é de arrepiar. Até as faixas instrumentais que geralmente eu não tenho tanta afinidade foram extremamente cativantes. Se você também é amante de rock'n'roll orquestrado não pode perder esse incrível CD.

Faixas:
1 - Rock You Like a Hurricane
2 - Moment of Glory
3 - Send Me an Angel
4 - Wind of Change
5 - Crossfire (instrumental)
6 - Deadly Sting Suite (Instrumental)/He's a Woman, Shes a Man/Dynamite
7 - Here in My Heart
8 - Still Loving You
9 - Big City Nights
10 - Lady Starlight

Mulher é presa por ser sádica

Ok, não foi exatamente por isso que ela foi presa. Na verdade, Kristal Ann Taylor, 41 anos, autodenominada como uma "dominadora", foi presa logo após   ter sua "masmorra sexual" descoberta pela polícia da Stillwater, no estado de Minnesota (EUA).


Mas podem ficar tranquilos que ela não usava todos os aparatos para prazer próprio, ela criou um website e marcava encontros com possíveis masoquistas, dos quais cobrava US$ 150 por hora ou US$ 225 por 90 minutos de "tortura", ou seja, era o trabalho da moça, pelo menos ela está sendo honesta.

O problema foi que os vizinhos começaram a desconfiar deste ofício percebendo que havia um grande movimento de pessoas entrando e saindo (admita que pensou besteira) da casa, localizada em bairro residencial. Vale notar que era um "grande movimento de pessoas", de acordo com os moradores do bairro os clientes eram na maioria homens. Na maioria.

Aí a polícia chegou com um mandado, entraram na casa, descobriram todos os apetrechos e alguns se sentiram constrangidos porque já haviam participado de algumas sessões terminaram por prender Kristal, que será levada para a prisão do condado de Washington . 

fonte: G1

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Beth Hart - Live at Paradiso

Mais uma vez tenho que me desculpar pela falta de frequência, sempre acontece alguma coisa que me impede de postar por aqui. Enfim, vamos ao CD da semana que deveria ter sido postado ontem.

O CD é o ao vivo de Beth Hart, uma cantora maravilhosa e extremamente visceral que conheci com o cd Slash & Friends e a faixa "Mother Maria". Logo de primeira fiquei impressionado com os vocais dessa artista e após ver alguns de seus vídeos no Youtube resolvi ouvir o baixar o cd. Fiquei impressionado. Ela tem um estilo raro que lembra muito a Janis Joplin, é linda e extremamente sincera com o público. Talvez isso tenha me ajudado a simpatizar, já que quando o cantor é um pé-no-saco (vulgo Oasis) sigo a tendência de odiar a banda.

Chega de enrolar, vamos a faixas:


Photobucket01 Delicious Surprise (I Believe It)

Faixa maravilhosa para a abertura do álbum. Uma letra de motivação e uma ótimo arranjo, apesar de muito simples. Pode até parecer meio clichê a temática de "acredite nos seus sonhos", mas diferente de muitos artistas que cantam músicas do tipo, Beth Hart tem uma coisa que te faz acreditar. Ela convence.



Photobucket 02 Guilty

O primeiro blues do CD. Outra música incrível. Extremamente junkie. Do tipo perdida do mundo mesmo. Agora o melhor mesmo dessa faixa são os super gritos que mostram toda potência vocal dessa cantora.
Photobucket 03 Leave The Light On

Nessa hora as coisas esfriam um pouco e todo o lance de drogas da faixa passada desaparece nessa música que é introduzida (ui) pelo discurso de Hart sobre estar limpa há mais de um ano. Não me convenci muito, só consegui ficar lembrando da Alanis Morrissete (reparem, é uma faixa muito Alanis).
Photobucket 04 Lifts You Up

Não sei por que, mas essa faixa é meio majadinha. Não sei, pareceu muito pop em relação ao CD todo. Talvez essa tenha sido single de divulgação, não sei. É uma faixa bem mamão-com-açúcar (#GíriasDeTioFeelings) e não achei nada de impressionante nela.
Photobucket 05 Broken & Ugly

Música tr00 rocker do cd. Tem uma pegada legal e os vocais dão aquela impulsionada, mããs, ainda falta alguma coisa. Gostei muito do arranjo bem pesado mas a música não me antigiu como as primeiras faixas.
Photobucket 06 Get Your Shit Together

Essa é f***. Também tem uma pegada mais rock'n'roll e tem uma letra muito boa. Apesar de não ser tão pesada quando a número cinco, captei melhor essa faixa, ainda mais com o refrãozinho chiclete ("... you got plans to GET YOUR SHIT together.").
Photobucket 07 Immortal

Quatro lamparinas pelos vocais incríveis. O CD mantém a vibe rocker, mas não notei nada de novo entre essa e "Broken & Ugly", como disse, vou dar quatro estrelas porque os vocais são muito bons nessa faixa.
Photobucket  08 Money Back

Essa foi uma das minhas favoritas do álbum. Tem um swing muito legal que me faz imaginá-la sendo cantada por aquelas backin' vocals bem estilo Motown. Altos gritos, paradinha só com o piano acompanhando, super solo. Ótima faixa.
Photobucket 09 Am I The One

Outro blues muito bom, com um ar muito relaxante, do tipo pra ouvir e viajar mesmo. Não fiquei tão fã da faixa, mas esse arranjo lentinho só com bateria e baixo me pegou de jeito. Viajo demais ouvindo essa música. Experimente xD.
Photobucket 10 Mama

Música feita para a mamãe de Beth. Baladinha de piano e voz. A qualidade incrível é indiscutível, de ficar arrepiado mesmo. A questão é que é uma faixa para ser assistida num show, vendo o vídeo eu fiquei muito mais emocionado do que só ouvindo. É, a verdade é que as baladas do CD não me convenceram muito.
Photobucket  11 L.A. Song

Primeira música de Beth Hart que eu ouvi e definitivamente me fez apaixonar por essa artista. A faixa conta a história de uma garota que abandona sua cidade e percebe que tudo que ela procurava estava exatamente nessa cidade. Durante a apresentação, Beth para para contar fatos da sua própria vida, o que traz muito mais alma pra música. Me identifiquei demais com essa, minha favorita do CD.
Photobucket 12 World Without You

Essa foi outra que achei muito pop. Não que eu tenha problemas com o fato dela ser pop. Quando digo isso, quero dizer que a faixa é previsível e quando isso acontece tudo fica mais tedioso. A faixa é boa, mas não traz nada de novo.
Photobucket 13 Whole Lotta Love

Fechando o CD com chave de ouro 37293829832 quilates, Beth Hart destrói muito nesse cover de Led Zeppelin. Incrível como a voz dela se encaixa nesse estilo musical. Só vou dar 4 estrelas porque achei que a faixa ficou igualzinha a original, o que para alguns pode ser muito bom, mas para mim, é legal quando o artista coloca um pouco de si mesmo em grandes sucessos como esse. Torna tudo mais único.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Quem é mulher e quem é homem?

Pequeno teste do Ideias Abaurônicas, identifiquem o homem e a mulher de cada foto, resposta no final do post.







Bom, para saber a resposta, selecione o area indicada abaixo para iluminar e ler a resposta:

>>> SÃO TODOS HOMENS! Essas são fotos das concorrentes do Miss Gay Tailândia. Surpreso? Então pense melhor antes de condenar o Ronaldo e mande para algum de seus amigos machões, só de sacanagem xD. <<<

Filme: A Ilha do Medo

Aconteceu que existia toda uma expectativa em relação a esse filme e como sempre, eu nem sabia da existência dele (Fator Corno #ModeOn), mas o importante é que eu gostei. Foi baseado num livro chamado "Pacient 67" que agora eu preciso ler, pois se gostei do filme, com certeza vou curtir mais ainda o livro.

Ficha Técnica

Photobucket
Título original: Shutter Island
Lançamento: 2010 (EUA)
Direção: Martin Scorsese
Atores: Leonardo DiCaprio, Mark Ruffalo, Ben Kingsley, Emily Mortimer, Michelle Williams
Duração: 138 min
Gênero: Suspense


Sinopse: 1954. Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) investiga o desaparecimento de um paciente no Shutter Island Ashecliffe Hospital, em Boston. No local, ele descobre que os médicos realizam experiências radicais com os pacientes, envolvendo métodos ilegais e anti-éticos. Teddy tenta buscar mais informações, mas enfrenta a resistência dos médicos em lhe fornecer os arquivos que possam permitir que o caso seja aberto. Quando um furacão deixa a ilha sem comunicação, diversos prisioneiros conseguem escapar e tornam a situação ainda mais perigosa.


Assim, o filme é muito bom. Um suspense muito bem feito, ótimos atores, é de prender a atenção. A questão é que existem muitos filmes do gênero com desfecho semelhante. O que eu quero dizer é que apesar de ser ótimo, o filme não traz uma conclusão inédita.


Mas fiquem calmos, meninos e meninas. Apesar disso o desenvolvimento do filme é perfeito. Quando estava assistindo, inclusive, tive que parar algumas vezes pra repensar em algumas informações e tentar encaixar cada peça do quebra-cabeça. Pra mim, foi a maior virtude do filme. São milhares de informações extremamente confusas que entram em conflito com outras pistas, tornando tudo muito interessante. É um filme de prestar MUITA atenção, todos os detalhes são essenciais. Pra vocês verem, eu estava tão compenetrado que até encontrei alguns erros de gravação.


Procurem e assistam. Vão se surpreender.



terça-feira, 14 de setembro de 2010

Esse livro está com 35 anos de atraso, senhor...

Não sei o por que, mas acho que alguém ainda vai me dar uma espetada de tia por causa desse post.

Anyway...

Essa semana os bibliotecários da Winona Public Library se surpreenderam quando alguém devolveu um livro que havia sido locado por volta de 35 anos atrás. O livro se chama "Small Voices: A Grownup's Treasury of Selections from the Diaries, Journals and Notebooks of Young Children", uma coleção com trechos dos diários que algumas figuras públicas haviam escrito quando crianças.

O espertinho deixou o livro na caixa de devolução pra evitar uma possível vergonha e para a sorte do mesmo, não foi possível identificar a última pessoa que ficou com o livro, já que desde seu empréstimo (por volta de 1970) o sistema de circulação da biblioteca passou por mudanças.

Assim, nenhuma multa foi cobrada, mas caso a biblioteca o fizesse, deveria ser paga uma taxa de US$ 1.400.

Tenho certeza que ao ler essa notícia, a pessoa que estava com o livro mandou um belo de um "Fuck Yeah".

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Slash - Slash & Friends

Esse ano, Mr. Slash resolveu juntar diversos cantores e fazer um CD de músicas próprias nas vozes que bem entendesse. Na verdade não tão "nas vozes que ele bem entendesse", tendo em vista que Jack White do White Stripes recusou a parceria. Enfim, esse é justamente o CD dessa semana.



Diferente do CD em si, a capa não me agradou, eu sinceramente achei previsível demais. Pra quem foi a vida inteira de uma banda cujo símbolo era uma caveira ficou bem obvio. A cartolinha icônica não poderia faltar e nem os ossos parecidos com guitarras fecharam essa capa extremamente manjada.


01 Ghost

A primeira faixa tem participação do vocalista Ian Astbury (The Cult) e o antigo guitarrista do Guns N' Roses Izzy Stradlin. Achei uma ótima faixa para começar o CD, mas nada fora do normal: puro hard rock combinados com excelentes vocais roucos.

02 Crucify The Dead

Olha, não é que eu não curta o Ozzy, mas essa voz arrastada dele me irrita. Não sei. Até curto as músicas dele, mas na voz de outras pessoas. Mas falando sobre a faixa, achei que ela tem uma pegada mais heavy no refrão e apesar de eu não curtir o vocalista, não poderia ter sido outra pessoa nessa faixa. Bem a cara do Ozzy (menos a parte que colocam efeito na voz dele).

03 Beautiful Dangerous

Definitivamente uma das minhas faixas favoritas. Slash com sua galera de estúdio que altera a voz de todo mundo nesse CD transformou Feargie numa rockeira de primeira, com direito a muitos gritos e uma voz bem rasgada. As lamparinas não mentem: a música é incrivel, sexy e com uma vibe de tentação que eu adoro (#ProntoFalei).

04 Back From Cali

COMO NINGUÉM NUNCA ME AVISOU DA EXISTÊNCIA DE MYLES KENNEDY? O vocalista do Alter Bridge definitivamente é o cara. Ouso dizer disso, mas ele é uma das poucas pessoas que eu imagino fazendo covers de Led Zeppelin muito bem feitos. E é aquilo, pessoal: juntou Slash com vocalista de voz aguda, é sucesso. Mesmo para os haters, admitam, é sucesso. Na minha opinião, essa deveria ser a primeira faixa do CD, muito mais rock'n'roll que Ghost.

05 Promise

Por mim, eu daria 5 lamparetas para essa música só porque o Chris Cornell está interpretando. Mas como não é o único critério que eu estou julgando, 3 está mais do que suficiente. Faltou borogodó nessa, o que salva é o vocal mesmo. É uma daquelas músicas com letra mais profunda e arranjo super forte, bem manjado, o vocalista do Audioslave salvou totalmente.

06 By The Sword


Vou dar 4 lâmpadas só de birra mesmo. O que tem que ser discutido é que Slash foi muito esperto em escolher seus vocalistas e chamar Andrew Stockdale do Wolfmother foi um dos melhores investimentos. A voz é incrivel, outro que salvou a música pelo canto.

07 Gotten

Faixa mela-cueca na voz de Adam Levine do Maroon 5. Baladinhas são coisas complicadas e essa não funcionou pra mim. Acho que a voz começou a ficar insuportável num ponto, apesar que eu tenho certeza que muita gente vai amar de paixão essa música e até colocar trechos no Orkut ou no subnick no MSN. Em comparação a outras baladas do CD essa ficou bem fraca.

08 Doctor Alibi

Quando ouvi pela primeira vez percebi que algo não me agradava na música, não só voz bizarra, mas uma aura que rodeava a música. Depois de descobrir que Lemmy, vocalista do Motörhead, estava cantando encontrei o problema. Odeio ele e a banda dele. Heavy demais pra mim. Para mim, uma das piores do CD.

09 Watch This

Partipação de Dave Grohl (Foo Fighters e Nirvana) e Duffy McKagan (Guns n' Roses e Velvet Revolver) se juntam nessa faixa instrumental que sinceramente, já vi melhores. Acho que poderia ter rolado uma letra e colocado Dave Grohl para cantar, ficaria bem mais completo em vez de uma coisa meio "whatever".

10 I Hold On

Mais outra faixa que não traz nada de extraordinário a não ser o timbre de Kid Rock, que eu não conhecia e gostei muito. Fora isso, a faixa é normal (é gente... num tem muito o que falar mesmo).

11 Nothing To Say

Alguma coisa nessa música me faz gostar dela. Acho que é o arranjo bem Guitar Hero e vocal gritado de M. Shadows do Avenged Sevenfold. Essa aqui tem um tempo bem mais acelerado que as outras com direito até a um bumbo duplo durante a música toda. Ficou bem feita. Me convenceu.

12 Starlight

Mais uma faixa com o vocal maravilhoso de Myles Kennedy. Definitivamente minha favorita do CD todo, de longe. Power Ballad fantástica, uma letra muito boa, arranjo que casou muito bem e altos agudos que me deixam com inveja.

13 Saint Is A Sinner Too

Outra que eu fiquei embasbacado. O vocal de Rocco DeLuca me ganhou nessa. Achei super temática. Violãozinho, voz que parece ter saído de uma trilha sonora do Oriente Médio, só faltou uma cítara mesmo.

14 We're All Gonna Die

Letra super junkie na voz de Iggy Pop não me convenceu. Na verdade não curto ele, apesar de achar ele um ótimo performer. E outra, apesar da música combinar com toda a vibe do cantar, convenhamos que num tinha rima mais manjada que essa né: "We're all gonna die, so let's get high".

Essas são as faixas da versão Standart do CD, ainda tem mais umas 5 ou 6 que foram lançadas em outras versões do álbum e quero prestar honras à faixa "Mother Maria", cantada por Beth Heart. Merece 5 lâmpadas e disputa o lugar de "Minha favorita" com "Starlight", procurem, vocês vão curtir.
Related Posts with Thumbnails