sábado, 4 de setembro de 2010

10.000 Visitas em 1 dia!!!

Uou... uou²...

Puts... ainda estou meio que não acreditando nisso tudo. Ter conseguido 10 MIL visitas hoje foi um belo de um incentivo pra continuar a postar aqui. E pode não parecer muito pra muita gente, mas pra quem tentou fazer um blog legal a vida toda... já imagina né?

Bom... eu quero agradecer principalmente a todos os agregadores que estão divulgando os posts do blog e se você é blogueiro e como eu, está começando, visite-os e mande seu link que definitivamente foi a melhor coisa que fiz para a divulgação desse blog.

Continuem visitando o blog para mantermos essas visitas e eu continuar com essa super vontade de postar, como estou agora.

Ah, e em breve estarei fazendo algumas mudanças e haverá uma promoção quase que 100% comandada por você, leitor (vamos enfatizar esse "quase que 100%").

Agora um aviso mais sério. Removi todos os links para downloads de antigas postagens pois para algumas parcerias não posso manter conteúdo que incentive a pirataria. Peço desculpas, mas no final das contas todo mundo sabe que vocês só vão procurar os links em outro lugar... enfim... preciso seguir algumas burocracias pra seguir a divulgação do blog.

Mais uma vez, obrigado a todos os leitores e continuem visitando o Ideias Abaurônicas!!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Filosofias Abaurônicas VIII: Fator Corno

Faz muito tempo que não posto nenhuma Filosofia Abaurônica e tenho que admitir que estou passando por um crise criativa inacreditável. Então... como eu geralmente faço quando isso acontece, eu vou começar a escrever e o que sair, saiu.

Esses dias estava pensando num fenômeno internacional temido por muitos e presenciado por mais gente ainda. Ele também assombra famílias e casais nos quais um dos cônjuges possuem a idade muito avançada. Sim. É o que você está pensando (ou não). O "Fator Corno".

Mas antes de começar a falar do "Fator Corno", é necessário lembrar que não falaremos necessariamente de traição, mas do caso mais generalizado que define esse termo: Todos estão sabendo de uma determinada situação, menos você.

Os primeiros indícios de que você está sendo um "Corno de Plantão" (vamos chamar assim) é perceber que algumas piadas do seu ciclo de amigos não fazem sentido pra você. Nesse momento, existem dois caminhos:
  • Caminho A para pessoas orgulhosas: finja uma risadinha que provavelmente vai denunciar sua ignorância sobre o assunto mostre seu conhecimento do assunto. Se tudo der certo o máximo que vão fazer é perguntar "Você também está sabendo?" e você, rápido e confiante dirá: "Lógico. Tenso, hein". E pronto. Você estará incluso na conversa, no entanto ainda sem saber do ocorrido, por isso seja rápido e saia do recinto antes que alguém te peça pra opinar.
  • Caminho B para pessoas não-tão-orgulhosas: ao perceber os primeiros indícios de um assunto que você está por fora, seja rápido. Vá até a pessoa mais ocupada do recinto, ela provavelmente saberá da notícia, apesar de não dar a mínima pra ela, e te deixará a par dos acontecimentos
  • Caminho C para pessoas humildes: Pergunte o que aconteceu. Lógico que esse caminho é a famosa "faca de dois legumes". Seus amigos podem ser super legais e responder na boa ou podem aproveitar pra mandar uma das frases mais dolorosas de todas: "Você não ficou sabendo?"
Quando alguém te diz "Você não ficou sabendo?" é praticamente como se tivessem escrito "Corno" na sua testa. Bate aquele sentimento de ignorância e de repente você percebe que será o novo tópico da fofoca seja ela qual for, ou seja, sempre depois de contá-la, algum engraçadinho vai dizer "Acredita que Fulano não estava sabendo?".

Agora o pior de todos os desinformados é o indivíduo que foi "Corno de Plantão" a vida toda se fica sabendo de alguma notícia, logo quer sair contando pra todo mundo e passar seu cargo pra outro infeliz. Lógico que isso tem um margem de erro muito grande, porque se você sofreu do "fator corno" a vida inteira, é bem provável que continue assim. É aí que acontecem situações traumáticas que só podem ser curadas com anos e anos de terapia. O sujeito chega todo posudo pra contar sua super notícia, e antes de terminar alguém diz: "Já fiquei sabendo.".  Ou o golpe de misericórdia: "Nooossa, agora que você ficou sabendo?". Haja psicólogo para consolar um "Corno Fofoqueiro Wannabe".

Então, se você é um "Corno de Plantão", não se aflita, existem outros como você. Não é todo mundo que possui boas fontes de notícias. O importante é manter-se no estado de "Corno", sempre entre aspas. Porque se você chegar no patamar de Corno Tr00, well my friend... melhor abrir o olho... não queremos ninguém furando eles, né?

Tem arame sobrando por aí? Faça uma escultura!

É exatamente o que o artista Ivan Lovatt vem fazendo. Ele utiliza apenas aqueles arames de alambrado pra esculpir rostos famosos.

Ele mora na austrália com mulher e filho e diz que sempre usou o arame para dar sustentação a outras esculturas e só depois resolveu utilizar o material na composição direta de sua arte. Depois dessa decisão as distribuidoras de material de construção devem ter feito a festa, já que a maior dessas esculturas utilizou por volta de 250 m de arame!

Confira algumas de suas esculturas:

Bob Dylan

Jimmy Hendrix

John Lennon


Michael Jackson

Para ver outras esculturas do incrível Ivan Lovatt, clique aqui.

fonte: Telegraph

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

E você achava que só no Código Da Vinci...

... existissem pessoas que usam da auto-flagelação como uma forma de conter os desejos. Ah, você se enganou. Isso é exatamente o que esta mulher pratica.

Sarah Cassidy, 43 anos, trabalha como diretora de uma escola primária. Ela não tem filhos e também não é casada. Na verdade ela também é virgem, apesar que nesse caso o termo melhor seria casta (me corrijam). E ela está disposta a continuar assim mesmo e para garantir que tudo saia nos conformes ela usa um cilício, um tipo de fita feita de arame farpado amarrado em sua coxa, todas as noites para conter desejos sexuais e outros pecados da carne. Inclusive, de acordo com Mrs. Cassidy, a cinta ajuda também na rejeição às drogas e ao álcool.
Sarah Cassidy e o Cilício.
Ok, agora vem a melhor parte da notícia, que vocês não vão acreditar (eu ainda acho que é #brinks). Sarah Cassidy é uma figura de alta patente dentro da Opus Dei, uma das organizações acompanhadas de mais controversas dentro da igreja Católica Romana. Sim, isso mesmo, a mesma organização do Código Da Vinci.

Agora, se você gostou da ideia e está querendo trazê-la para sua vida, Sarah afirma que usar o cilício não é tão doloroso quando imaginamos, na verdade ela diz ser menos dolorido que uma depilação na virilha. 

Nada mais justo. Afinal de contas vai garantir seu lugar no Reino Divino. (#fail)

fonte:  Daily Mail

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Guns n' Roses em #DivaFeelings

O hoje em dia não-tão grande Guns N' Roses, num show realizado nessa quarta-feira, na Irlanda, resolveu abandonar o palco após 25 minutos de show. Depois de 35 minutos da pequena interrupção, a banda retornou ao palco que nessa hora estava sendo observado por uma platéia reduzida e bastante nervosa. Ah, vale ressaltar também que eles começaram o show após mais de uma da banda de abertura.

Com o retorno da banda, os fãs começaram a vaiar e a atirar garrafas no palco, obrigando Axl a ameaçá-los: Mais uma garrafada e nós vamos para casa, estamos aqui para nos divertir e esperamos que vocês também estejam, mas mais uma e nós vamos embora".

Caramba Axl, tenhamos um pouco de semancol, né. Por motivos que não necessitaram de explicação você e sua banda resolveram bancar as noivas e atrasar o início do show, e como se não bastasse ainda saem do palco no meio de tudo? Gosto da banda, mas vou dar razão para as garrafadas.

Depois disso tudo, eles tocaram mais três canções, mas por volta das 22:50, outro projétil foi atirado e o vocalista saiu do palco. Os funcionários do local ainda tentaram dar uma arrumada na situação dizendo para a platéia que eles estavam tendo problemas técnicos e toda a essa baboseira bem #DivaWayOfLife. A platéia continuou a arremessar garrafas e por volta das 23:10, as luzes da arena foram acesas e a maior parte do público deixou o local.

Mããs, por volta de 23:25, Guns N' Roses voltou e continuou a tocar. Sinceramente eu acho que o Axl deveria dar um beijo de língua em todos os fãs que permaneceram no show mesmo depois de toda essa puta-falta-de-sacanagem, porque tinha que ser MUITO fã MESMO para continuar esperando mesmo dessa baboseira toda.

Por isso, volto a dizer:

Filme: Violência Gratuita

Esses dias estava lendo o blog Literatura e Cinema e vi uma review muito bem escrita do filme Violência Gratuita. Fiquei muito interessado. Gosto muito de filmes com suspense mais inteligente esse me pareceu um deles.

Assisti e não me decepcionei. O filme cumpriu com a maioria das minhas expectativas e deixou a desejar em poucos pontos.

Ficha Técnica:

Photobucket
Título Original: Funny Games
Lançamento: 2008 (Áustria, França, Alemanha, Itália, EUA e Inglaterra)
Direção: Michael Haneke
Atores: Naomi Watts, Tim Roth, Michael Pitt, Brady Corbet, Devon Gearhart, Boyd Gaines
Duração: 111 min
Gênero: Suspense

Sinopse: Uma família em férias recebe a inesperada visita de dois jovens profundamente perturbados em sua casa de campo, aparentemente calma e tranquila. A partir de então suas férias dos sonhos se transformam em um pesadelo.

Primeira coisa: se você é do tipo que curte altas torturas físicas, mutilação a todos os momentos, ou é fã de "Sexta-Feira 13" e semelhantes, não vai gostar desse filme. O ponto forte de "Violência Gratuita" é justamente a tortura psicológica dos dois psicopatas sobre a família. Eles são bem vestidos, educados e extremamente cínicos, o que torna as coisas bem imprevisíveis.

Para os vilões do filme, tudo não passa de jogo. Há até uma parte que uma personagem diz para um dos rapazes "Por que vocês não matam logo a gente?" e ele responde "Devemos ressaltar a importância do entretenimento.". Por isso digo, o ponto do filme é justamente a destruição mental dos reféns até um ponto próximo da loucura, bem digno de "A Piada Mortal" do "Batman".

Então se você é fã desse gênero, procure pelo filme e procure pelo original também. Ele, na verdade, é um remake de um filme austríaco de mesmo nome, gravado em 1997.


Ah, a nota de 4 lamparinas foi merecida por motivos que eu não posso dizer, ou seria spoiler. Assistam e verão do que eu estou falando.


fonte da ficha técnica: Adoro Cinema

"Meu cabelo vale mais do que dinheiro!"

Já é sabido que hoje em dia há uma preocupação muito maior da parte dos homens em relação à aparência. O chamado metrossexualismo transformou a vida dos machos da espécie e trouxe um conceito totalmente diferente para "O Homem x A Beleza".

O que isso tem a ver com post de hoje? Tudo. Obviamente de uma maneira muito mais exagerada do que você poderia imaginar.

O jogador de futebol americano, Troy Polamalu (29 anos), e há dois anos garoto propaganda da "Hair & Shoulders", uma linha de xampus anti-caspa, recebeu um seguro para seu cabelo no valor de US$ 1 MILHÃO, que dá aproximadamente R$ 1,75 milhão.


O motivo desse desperdício de dinheiro investimento por parte de Head & Shoulders é que com o início da temporada da NFL, ninguém quer que um cabelinho tão lindo saia danificado, ainda mais sabendo que o jogador não corta o cabelo já faz 7 anos.

O legal dessa história é saber que não é a primeira vez que algo do tipo acontece. Aparentemente, depois de uma rápida pesquisa pelo Sr. Google, outras partes do corpo famosas já foram "asseguradas", por assim dizer: as cordas vocais de Celine Dion, as pernas de Tina Turner, os dedos de Keith Richards e até a bunda da Jennifer Lopez.

Agora o mais interessante de tudo, é saber que o cabelo de Polamalu é tão espesso que se fosse possível estendê-lo, fio-a-fio, seria possível obter o tamanho de 1.100 campos de futebol americano e segurar por volta de 24.062 libras, o equivalente a 10.914 kg.

Isso que é amor pelo próprio cabelo...

P.S.: ele não lembra o Bill Kaulitz, do Tokio Hotel? Numa versão crespa?

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Acontece com todas as estrelas...

Esses dias estava lendo uma tirinha do Bichinhos de Jardim e achei uma MUITO LEGAL. Check this out:


Inclusive, essa tirinha me inspirou a fazer um post que em breve eu posto por aqui.


E visitem o Bichinhos de Jardim!

Homem sofre queimaduras ao tentar matar uma aranha (#hein)

Um homem de 28 anos em um condado da Inglaterra sofreu severas queimaduras ao tentar matar uma aranha utilizando venenos aerosol . Não, gente, ele não tentou queimar a aranha utilizando um fósforo e o spray, na verdade foi mais emocionante que isso.

Após ser chamado por sua esposa, esse rapaz utilizou o aerosol na aranha, mas em função da má iluminação, não conseguiu ver se ela estava viva ou não. Inocentemente, resolveu acender seu isqueiro para iluminar O LOCAL CHEIO DE GÁS. Resultado: com a combinação da faísca gerada e o combustível de sobra no local formou-se uma grande explosão que foi suficiente para arremessar o homem até a porta do cômodo e desencaixá-la das dobradiças. Como consequência ele sofreu queimaduras no rosto, braços, pernas e peito, mas encontra-se bem.

A única coisa que não sabemos se está bem é a aranha: ainda não é sabido se ela sobreviveu.

Agora pare e pense: aula de química básica, né? Se você deixa o gás do fogão ligado por muito tempo na sua cozinha, você não acende um fósforo caso acabe a força. Mesmos princípios, se você enche um cômodo com veneno aerosol, não tente acender um cigarro, pode ser seu último

Por isso que às vezes eu sou obrigado a concordar com Felipe Neto:








segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Vintão e uma apalpadinha

Um canal adulto japonês chamado "Paradise" encontrou uma forma no mínimo diferente de arrecadar dinheiro para sua campanha contra AIDS. Pela quantia de 1000 ienes (R$ 20,5), o doador poderia tocar os seios de atrizes pornô do canal.


Sim, você leu e viu isso mesmo.

E o legal é saber que o canal já realiza esse evento há 8 anos e de acordo com o mesmo, sempre é um sucesso.

Agora eu preciso admitir, que na verdade só postei essa notícia extremamente bizarra por causa dessa foto:


Decida o que foi pior nessa imagem:
  • A cara de SUPER satisfeito do tiuzinho; ou
  • A cara da atriz que nos faz refletir que R$20,00 talvez tenha sido muito caro.


Segundo Selo de Qualidade \o/

Well, here I am you're my rocket queen pra dizer que recebi um novo selo de qualidade do blog do Gustavo Andrade. Muito obrigado!!! Demorei pra postar, mas vamos que vamos. E visitem o blog dele pra ele me indicar mais vezes xD.


Bom, nesse selo as regrinhas (didático) são um pouco diferentes:
  • Repassar para 9 blogs (#meldeus)
  • Avisar os indicados
  • Falar 9 coisas sobre você (#fodeu)
Vou falar primeiro as 9 coisas sobre mim, porque é mais importante do que os blogs que eu vou indicar.
  1. Eu já tentei ter um blog 3 vezes e sempre desisti xD (já se vê o futuro desse);
  2. Consigo contar nos dedos de uma mão as vezes que acordei de mau-humor;
  3. Eu canto (se é bom ou não... isso é outra história);
  4. Minha banda favorita é o KISS;
  5. Eu fiz 6 meses de faculdade de Física Médica;
  6. Eu sou consumista, mas só pela internet;
  7. Sou professor de inglês desde os meus 14 anos;
  8. Está sendo muito difícil de listar essas coisas;
  9. Sempre choro no discurso final da moça no filme "V de Vingança".
Nossa... tentei fazer o menos revelador possível, tem coisas que melhor nem comentar, né?

Agora os 9 blogs indicados:

The Pretty Reckless - Light Me Up

Ok, estou um pouco emputecido. Descobri que o CD do The Pretty Reckless já estava disponível na internet e NINGUÉM me avisou disso. Enfim, hoje foi o lançamento do mesmo do Reino Unido então agora é só esperar entupirem a internet de links para donwload chegar nas lojas brasileiras, sabe Deus quando.

Vamos então a um pequeno review do CD, faixa a faixa (minha primeira vez fazendo isso, então sejam gentis).

Começando pela capa, achei que tem tudo a ver com o estilo da banda e da Taylor Monsem. Uma criança extremamente angelical usando uma jaqueta de couro e segurando um isqueiro como se estivesse oferecendo fogo para alguém é a representação perfeita da vocalista, uma garota de 16 anos que não quer saber de estereótipos inocentes. E outra coisa, o lance de colocar uma criança na capa já tem história no mundo do rock e sempre deu certo. Ótima capa.

Agora as faixas:

01 My Medicine

Só não dei 5 lampadazinhas de msn pra essa faixa porque não achei que foi uma boa faixa para começar o CD. Teria sido muito melhor se começasse com "Make Me Wanna Die" ou "Miss Nothing". A música é ótima, mas não pra primeira faixa.

02 Since You're Gone

Agora sim o CD começou. Essa também seria uma boa faixa de início. Muito peso, atitude no vocal, um baixo com uma distorção incrível, uns efeitinhos no meio bem viagem (xD), e aquele efeito de abafado na voz, achei digna do meu headbang.

03 Make Me Wanna Die

Essa definitivamente é minha favorita e se eu não me engano é o carro-chefe da divulgação desse álbum. Parabéns para os backing vocals, entraram em todas as horas certas (ui) e quem fez tem um timbre muito bonito. A música tem toda aquela temática e sombria e deprê à la Creep do Radiohead.

04 Light Me Up

Geralmente não vou com a cara da música que dá nome ao álbum. Dessa vez não foi diferente. A música é boa, mas é bem popzinha. E apesar de me cortar o coração dizer isso, não posso evitar: me lembrou Avril Lavigne. A comparação dispensa comentários.

05 Just Tonight

Primeira Power Ballad do CD. Segue aquela fórmula infalível para apresentações ao vivo: início lentinho e com algum instrumento de orquestra (no caso, violino), refrão quebrando tudo e final lentinho de novo. Não pega 5 luzinhas por chatice minha, achei que faltou alguma coisa.

 06 Miss Nothing

Vi o videoclipe esses dias e adorei de cara. A música é bem agitada e tem altos efeitos na voz que me ganharam (meu ponto fraco). Não é tão boa quanto a 2ª e 3ª faixa, mas ainda é ótima.

07 Goin' Down

Essa eu já estou até cantando junto. Quero muito ver ela cantando essa música ao vivo, pela energia da faixa dá pra imaginar algumas apresentações memoráveis. Sem contar que no final tem aquele pedaço que a gente ouve e diz "haja fôlego", mais um dos motivos para eu querer vê-la ao vivo. É a faixa que, num show, vai mostrar se ela é uma artista de verdade.

08 Nothing Left To Lose

Segunda Power Ballad, sinceramente bem melhor que a primeira. Ficou bem baladinha de Hard Rock, não só no arranjo, mas também em questão de letra. Também já estou cantando junto (... lost between Elvis and Suicide...).

09 Factory Girl

Adorei essa. Acho que foi pelo ar de Joan Jett dela. Teve até momento só de palminhas *---*. Enfim, daria uma ótima faixa num CD de Glam. Inclusive vou entrar em contato com a Taylor pra eu poder gravar essa faixa como "Factory Boy" no meu próximo CD.

10 You

É. Ficou bem última faixa. Começa com um lance meio country e depois entra uma orquestra muito louca, mas a música é bem letinha. Muito bonita e tals, mas é a típica faixa que a gente passa meio despercebido.


No geral o CD ficou muito bom, até porque temos uma média de 4 lamparinas messiênicas. Procurem pelo álbum, vale a pena. Como já disse em outros posts ela é uma rockeira atual que boto fé. Don't let me down, Taylor, I really, really, love you.
   
Related Posts with Thumbnails